segunda-feira, 4 de junho de 2012

Expedição anuncia descoberta de 36 novas espécies de rãs



Por Daniel Accioly Nenhum Comentário
Uma expedição de pesquisadores na Reserva de Betampona, floresta no nordeste de Madagascar, resultou na descoberta de 76 espécies de rãs diferentes, e 36 dessas são potencialmente novas para a ciência.
A expedição foi coordenada pelo biólogo português Gonçalo Rosa, que considerada o achado “extraordinário”. O trabalho foi iniciado em 2007, com uma rotina diária de buscas em rios, ribeiras e charcos, além de escaladas em árvores e pouquíssimas horas de sono. Após sete meses de acampamento na região, o trabalho resultou em mais meses de apuração e cruzamento de dados para catalogar as espécies.
Madagascar é o berço de espécies únicas no mundo, e muitas dessas rãs provavelmente só existem lá. Porém, de acordo com o pesquisador, ainda não é possível precisar quantas espécies de anfíbios podem existir em Betampona, que apesar de ser uma área relativamente pequena, abriga uma diversidade grandiosa.
Não foi fácil viabilizar o estudo, pois para estruturar toda a pesquisa, era necessário que empresas oferecessem apoio financeiro. Apesar de nenhuma empresa portuguesa se prontificar, o grupo conseguiu apoio do Wildcare Institute, do Zoo de Saint Louis, do Museu Regional de Ciências Naturais de Turim, na Itália, e da plataforma Gondwana Conservation and Research.
Gonçalo espera que o trabalho não fique restrito às prateleiras de bibliotecas. Quer que seja acessível ao grande público. A descoberta mostra que o trabalho de profissionais que possuem um ideal pode chegar a grandes resultados. As novas espécies de rãs podem ajudar a compreender melhor todo o ecossistema no qual elas vivem.
* Com informações de ANDA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Wikipedia

Resultados da pesquisa

Seguidores

Barra de vídeos

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget