quarta-feira, 18 de julho de 2012

Comer vegetais e se exercitar altera beneficamente o DNA



Por Daniel Accioly Nenhum Comentário
As verduras oferecem uma série de benefícios já conhecidos para a saúde. Elas podem auxiliar no controle de peso, no fornecimento de vitaminas e sais minerais para o organismo, fazem bem para a pele e outros orgãos do corpo. Mas lista cresceu.
De acordo com estudo realizado por cientistas da Universidade de McGill, no Canadá, o consumo de verduras aliado a exercícios físicos pode alterar o funcionamento dos genes, modificando o DNA do consumidor.
Os cientistas acompanharam 27 mil pessoas que possuíam em sua configuração genética o gene 9p21, que aumenta a probabilidade de seu portador adquirir doenças cardíacas. O gene parou de funcionar nos voluntários que se submeteram a uma dieta rica em vegetais.
O fato ocorre em função de a microRNA, molécula presente no material genético das plantas, interagir com o DNA humano, ativando ou desativando os nossos genes. “Além dos nutrientes das plantas, também estamos comendo informações que podem regular nosso material genético”, diz o líder do estudo, o bioquímico Chen-Yu Zhang, da Universidade de Nanjing, na China à Superinteressante.
O segredo do bom funcionamento dos genes é a continuidade, pois não adianta incorporar vegetais por um período de tempo, já que sem a reposição, o trabalho da microDNA deixa de ser executado, fazendo com que o DNA volte ao seu estado anterior.
Por isso, aliar uma dieta balanceada, aproveitando a grande variedade de gêneros de saborosas verduras com exercícios físicos e uma vida regrada traz uma lista de benefícios cada vez maior.
* Com informações de Superinteressante

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Wikipedia

Resultados da pesquisa

Seguidores

Barra de vídeos

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget