quinta-feira, 31 de maio de 2012

EQUILÍBRIO DISTANTE

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Equilíbrio Distante
Álbum de estúdio por Renato Russo
Gênero(s) Folk, música italiana, pop
Idioma italiano
Gravadora(s) EMI Brasil
Produção Carlos Trilha
Vídeos musicais Strani Amori
Cronologia de Renato Russo
Último
Último
The Stonewall Celebration Concert (1994)
O Último Solo (1997)
Próximo
Próximo
Equilíbrio Distante foi o segundo álbum solo de Renato Russo, lançado em 1995.

[editar] História

Após o lançamento de seu primeiro álbum solo "The Stonewall Celebration Concert", Renato Russo começou a despertar interesse pela música italiana (o que demonstra forte ligação à sua ascendência); assim, Renato apresentou à sua gravadora, a EMI, o projeto de gravar um disco com músicas em italiano. A EMI aceitou sua proposta e enviou o cantor à Itália. Com o repertório já definido, o líder da Legião Urbana aproveitara a viagem para descobrir mais sobre a cultura italiana.
De volta ao Brasil, Renato reúne músicos conceituados para a gravação do disco "Equilibrio Distante" em 1995, entre eles, os baixistas Arthur Maia (renomado baixista brasileiro, na época tocando com Gilberto Gil) e Bruno Araújo (que fez parte da banda de apoio da Legião Urbana na turnê "As Quatro Estações" e gravou o baixo no álbum "V").
Renato também convida Carlos Trilha, produtor, tecladista, arranjador e pianista que também fez parte da banda de apoio da Legião nas turnês do álbum "V" em diante e gravou os discos "The Stonewall Celebration Concert" com Renato e "A Tempestade" e "Uma Outra Estação" com a Legião Urbana.
O disco consegue emplacar três grandes hits: "Strani Amori" que rendeu até um video-clipe onde Renato aparece pela última vez. O video foi incluído no terceiro álbum solo de Renato, o póstumo "O Último Solo"); "La Forza Della Vita" que fez parte da trilha-sonora da novela O Rei do Gado, e La Solitudine.
A capa do disco é formada por desenhos de Giuliano Manfredini, filho de Renato Russo, que representam o Pão de Açúcar, o Estádio do Maracanã, o Coliseu e a Torre de Pisa (grafada como Torre de Pizza). As primeiras edições do álbum foram lançadas em formato de livreto, com um encaixe especial para o CD (o posterior disco da Legião Urbana, A Tempestade ou O Livro dos Dias, seria lançado inicialmente no mesmo formato). Posteriormente, o disco foi lançado em capa tradicional, assim como A Tempestade.
Várias outras canções foram gravadas, porém, não estavam com seus arranjos prontos e ficaram de fora. Elas foram posteriormente finalizadas e relançadas em O Último Solo, disco-solo póstumo de Russo.

[editar] Faixas

  1. "Gente" - 5:30
  2. "Strani Amori" - 4:10
  3. "I Venti del Cuore" - 4:40
  4. "Scrivimi" - 3:58
  5. "Dolcissima Maria" - 7:58
  6. "Lettera" - 3:36
  7. "La Solitudine" - 4:10
  8. "Passerà" - 4:47
  9. "Wave (Come Fa Un'Onda)" - 3:31
  10. "La Forza Della Vita" - 5:17
  11. "Due" - 5:06
  12. "Più o Meno" - 3:23
  13. "La Vita è Adesso" - 9:06

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Wikipedia

Resultados da pesquisa

Seguidores

Barra de vídeos

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget