domingo, 26 de agosto de 2012

Gelatina - sobremesa que previne doenças e emagrece

Lista de benefícios inclui fortalecimento dos ossos e aumento da saciedade

Por Minha Vida - publicado em 22/11/2010

A gelatina é a sobremesa ideal para combater aquela vontade de comer doces que bate durante o dia. Ela é refrescante, de fácil preparação, custa baratinho e é uma potente aliada de quem quer dar adeus às gordurinhas. E o melhor de tudo: sua boa fama se estendo também no que diz respeito a prevenção e tratamento de doenças

Eleita a terceira sobremesa mais consumida pelos brasileiros, segundo uma pesquisa da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran), a gelatina é composta praticamente de aminoácidos e proteínas. Dos dez que são indispensáveis para o nosso organismo, nove estão no produto. Por ser principal fonte de colágeno, auxilia no fortalecimento dos ossos e colabora na prevenção de doenças como a osteoporose e a artrose.
Gelatina ajuda a prevenir doenças
Quando consumida regularmente, a gelatina promove a redução dos níveis de colesterol no sangue, controla a glicemia, aumenta a resistência física, trava o processo de flacidez natural do envelhecimento e ainda atua como agente cicatrizante.

Inclua gelatina na dieta
Para garantir esses benefícios, o ideal é ingerir 10 gramas diárias (uma colher de sopa) na forma de gelatina suplementar (encontradas em lojas de suplementos), diluída em meio copo de água ou adicionada em sucos, chás e leite. Já a gelatina alimentar (encontradas em supermercados) deve ser consumida, pelo menos, duas porções (dois potes de 125 ml cada) por dia. O produto é ideal para fazer ou acompanhar sobremesas como tortas, bolos, iogurtes e sorvetes. Interessante também é variar nos sabores que podem levar, inclusive, um colorido especial a mesa.
Além da versão diet (isenta de carboidratos), é possível encontrar gelatina em folhas, e em cápsulas, mais eficiente para formação de colágeno e sem adição de corantes. Por outro lado, as do tipo em pó são absorvidas numa velocidade maior. É indispensável a indicação de um profissional de saúde, pois a dose pode variar de acordo com a necessidade de cada pessoa.

O consumo do alimento não apresenta contra-indicação, mas para os alérgicos e pessoas que sofrem de insuficiência renal o ideal é o acompanhamento de um especialista. Já os diabéticos devem ficar atentos e ingerir somente as gelatinas na versão diet.
Calcule seu peso ideal
Saiba se você está acima
ou abaixo do peso.


Ex: 75,5kg, 1,70m
Aproveite os benefícios
A combinação de práticas saudáveis e o consumo de gelatina garante a prevenção de doenças e ainda auxilia na manutenção da juventude. Veja alguns de seus benefícios:

- Ossos: fortalece os ossos, aumenta a resistência física e previne contra a artrose e a osteoporose;

- Sangue: reduz os níveis de colesterol no sangue, triglicérides e controla a glicemia;

- Estética: colabora para a manutenção da juventude, deixando a pele, cabelo e unhas hidratadas. É bastante utilizada na recuperação de pacientes como agente cicatrizante e combate ao enfraquecimento da elasticidade e a firmeza da pele.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Fevereiro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A gelatina é uma substância translúcida, incolor ou amarelada, praticamente insípida e inodora, que se pode obter fervendo certos produtos animais, como ossos, pele e outras partes com tecido conectivo. É muito utilizada em alimentos, medicina e certas indústrias.

O que é

É uma proteína derivada da hidrólise parcial do colágeno, em que as ligações moleculares naturais entre fibras separadas de colageno são quebradas, permitindo o seu rearranjo. A gelatina funde com o calor e solidifica quando o calor cessa. Misturada com água a gelatina forma uma Solução coloidal.
Exemplos de alimentos com gelatina são as sobremesas de gelatina, o aspic, as gomas. A gelatina pode também ser usada como estabilizante ou espessante de sorvete, geléia, iogurte, queijo, margarina, etc.

Utilizações industriais

Algumas utilizações industriais da gelatina incluem:
  • A cobertura das cápsulas de produtos farmacêuticos;
  • A emulsão fotográfica (apesar de se terem tentado outros produtos sintéticos, ainda não foi encontrado um substituto com a estabilidade e baixo preço da gelatina),
  • No fabrico de cabeças de fósforos e de lixa;
  • Alguns cosméticos contêm uma variedade de gelatina que não gelifica.
a gelatina tem como principal ingrediente o mocotó de animais como vaca boi e etc.

Tipos de gelatinas

Em alternativa à gelatina de origem animal, existem gelatinas vegetais, à base de polissacarídeos extraídos de algas. O ágar-ágar é a forma mais simples de venda destas gelatinas e pode ser preparado com sumos de fruta, resultando numa gelatina parecida com as de supermercado. Mas existem gelatinas de supermercado, algumas com base em ágar-ágar, outras com base em carragenina, que se preparam de forma idêntica às de origem animal, sem necessidade de adição de mais ingredientes.
Ver avaliações
Avaliar esta página
Credibilidade
Imparcialidade
Profundidade
Redação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Wikipedia

Resultados da pesquisa

Seguidores

Barra de vídeos

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget